leitura

Fashion Tech: quando as tecnologias impulsionam a moda

Continuando o debate do post sobre Moda + Tecnologia, a nossa colaboradora Camila Achutti trouxe mais informações sobre esse match de tanto potencial. Quer saber a importância do encontro dessas áreas? Confira abaixo!

O que define fashion tech? Existem mais de 1,4 bilhão de resultados de pesquisa do Google para esse termo, um número sem fim de grupos de encontro dedicados a esse tema com milhares de participantes, centenas de conferências de "inovação na moda" e muitos aceleradores de startups especializados. Este espaço inovador explorando a interseção da moda com tecnologia explodiu.

Fashion tech encapsula todas as startups e inovações direcionadas ao mundo da moda. No entanto, não é assim tão simples. Usando uma analogia, para ser considerado um inovador de tecnologia de moda, startup ou empresa, você deve ter pelo menos duas das três qualidades a seguir: impacto social, tecnologias disruptivas e modelos de negócios inovadores.

Quer entender o que é fashion tech de uma vez por todas? A seguir estão essas três qualidades descritas em características da mercado da moda unido à tecnologia.

 

Fashion Tech é Big Data

Em 2010, a tendência estava girando em torno de big data e algoritmos sofisticados. Hoje em dia, quase todas as startups que vemos utilizam tecnologias de ponta, de alguma forma ou de outra. O big data, robótica, inteligência artificial, aprendizado de máquina e quaisquer outros recentes desenvolvimentos tecnológicos decorrentes de áreas que envolvem atividades inovativas são exemplos disso.

As primeiras startups de fashion tech só existiam online. Hoje em dia, graças aos avanços do marketing experiencial, a maioria das empresas de moda combina elementos off-line com a experiência virtual.

Um exemplo disso é a Bonobos, que convida os clientes para suas compras guiadas, ou a Shoptiques, permite comprar produtos on-line e buscá-los na loja no mesmo dia.

A união entre tecnologia e moda está transformando as relações tradicionais entre consumidores e marcas. Marcas inteligentes podem agora falar e interagir com os consumidores graças a novas plataformas, além de melhorar a experiência do usuário por meio de metodologias ágeis e automação digital.

 

Fashion Tech é co-criação

Em processos co-criativos, os consumidores também ajudam as marcas a decidir quais itens projetar e produzir. Um exemplo disso é o Moda Operandi, que recebe pré-encomendas para designers.

Cada marca deve descobrir como se conectar com seus clientes e estruturar seus negócios em torno dos relacionamentos que deseja ter com o público. Uma das formas de fazer isso é eliminar a linha entre marcas e editores. A Net-a-porter é uma das mais conhecidas mundialmente por sua abordagem e adoção dessas tendências de rápida mudança em suas revistas.

As startups de Fashion tech permitem que os usuários explorem as redes existentes ou se juntem a novas comunidades que pensam como elas. Esse movimento também marca o começo de um novo tipo de tribo de consumo, o usuário empoderado.

As startups de Fashion tech estão construindo e produzindo grandes conjuntos de dados úteis. O Shop It To Me usa as preferências dos clientes para enviar informações de vendas personalizadas ao público, por exemplo, e novas startups de tecnologia de beleza estão criando bancos de dados completos das características físicas e preferências de produto de cada cliente para facilitar a busca por aquilo que cada pessoa está procurando.

De certa forma, algoritmos, curadores e "plataformas de descoberta" se fundiram para se tornarem os novos mecanismos de recomendação para compradores de moda.

 

Fashion Tech é direcionada ao futuro

Em muitos aspectos, a fashion tech é uma grande combinação. Ambas as indústrias são orientadas para o futuro, focadas no consumidor e quando combinadas atraem o segmento de rápido crescimento de consumidores jovens.

A tecnologia é tanto um canal quanto uma boa prática em torno da entrega de um produto. Isso pode significar uma experiência de compra única e conveniente, ou pode significar apenas um meio de adquirir um cliente.

A tecnologia dentro da moda abrange desde a nanotecnologia de melhoria de tecidos, até a criação de sites e processos que tornam mais acessíveis e fáceis as compras online, por exemplo.

De forma abrangente, fashion tech é o espaço onde a tecnologia e a moda se fundem para criar. Que tal fazer parte dessa criação? Aprenda sobre:

1. Criação e Desenvolvimento de Produto Digital de Moda

2. Automatização da Comunicação

3. Vendas Digitais para Moda

Nos dias 01, 08 e 15 de agosto, venha gerar experiências únicas para seu público e chegar à mais pessoas com os workshops de Fashion Tech da Mastertech!

Venha entender as principais ferramentas tecnológicas de hoje e como você pode tirar o maior proveito delas! Inscreva-se agora!

mais posts