leitura

Produtividade x Filhos no Home Office

Você está prestes a ler o relato de uma mãe que já está há dois dias fazendo home office com os filhos e ainda não enlouqueceu. Pergunte-me como!

Bom, antes de tudo vamos às apresentações: eu sou a Thai, diretora de conteúdo  do Steal The Look, mãe do Marcelo e do Lorenzo, de 10 e 8 anos.

Brincadeiras à parte, quando toda essa situação começou a acontecer, eu não só me desesperei com tudo que já estava afetando o mundo - saúde física e mental das pessoas, economia e ansiedade -, como também com o fato de ter crianças em casa. Só quem tem filhos sabe que crianças não têm sangue, elas têm Redbull nas veias! Crianças não andam, elas correm e pulam, e quando não estão nesse mood, pode ter certeza que algum item eletrônico está ligado, seja tablet, videogame, celular ou a TV, que é quase obsoleta para essa geração, diga-se de passagem.

Quando a empresa pediu que fizéssemos home office, eu precisei pensar em um plano de ação (quase militar) para que esse período fosse o mais produtivo e calmo possível.

E a minha primeira dica é desligar o botão ACUEMTE (a.k.a A culpa do uso de eletrônicos por mais tempo que o estipulado). Tendo que trabalhar de casa, me vi no direito de não romancear essa fase e de abrir brechas nas leis, por mim escritas, da casa. Para uma mãe rígida como eu, não foi uma tarefa fácil admitir que meus filhos não ficarão menos educados se por 15 dias usarem mais eletrônicos que o de costume, então se é pelo bem de todos e felicidade geral da nação, disse a eles que poderiam usar mais os eletrônicos durante essa fase.

A segunda coisa que fiz foi mudar o lugar que eu costumava trabalhar em casa. Instalei meu computador na sala de jantar e foi a melhor coisa que eu fiz. É o lugar menos usado da casa, quase que esquecido, e com ele, sou esquecida também! Não estar a vista das crianças tem ajudado muito a não ser solicitada para tudo, então se você está em casa, a minha dica é achar o lugar mais tranquilo para se instalar.

Sim, eu gostaria de pintar aquarelas e fazer bolos com eles, mas o fato é que por mais que estejamos em casa, ainda estamos trabalhando e muito! E isso precisa ser respeitado por todos. Por isso, reunir a cúpula (pode chamar de família também ) para uma conversa sobre como a colaboração de todos nesse período é fundamental. Se você tem filhos ainda bebês, conversar com o marido e estipular horários de revezamento com as crianças é quase uma necessidade básica nesse momento. 

Os últimos serão os primeiros, então aqui vai a dica mais especial: estipule horários curtos durante o dia para ficar com seus filhos. Eu geralmente paro 15 minutos, 3 vezes ao dia para conversar com eles, dar um beijo, ou jogar um jogo rápido. Esses momentos estão sendo preciosos para recarregar a minha bateria e me lembrar que no fim, tudo tem um lado bom e sempre acaba bem!

Se você também está fazendo home office com os filhos em casa, me conta nos comentários as suas dicas para manter a produtividade!

mais posts