Você já deve ter ouvido falar em branding e que ele pode ajudar na realização dos seus objetivos profissionais. Mas, me deixe adivinhar, talvez não saiba o que quer dizer isso na prática e muito menos por onde começar. Pois, em poucas palavras, o branding pessoal é tratar a si mesma como uma marca e fazer uma gestão inteligente disso ao longo do tempo. Um erro comum é acreditar que isso se refere apenas às redes sociais! Não! O trabalho de branding se inicia por autoconhecimento e as redes aparecem só depois, para refletir isso e levar a uma escala maior. Por isso, o branding pessoal se inicia exatamente do ponto em que está — e com o passo a passo que preparei especialmente para o PUSH, a seguir.  
 

1 Liste suas forças pessoais e defeitos 

Grande parte das pessoas não sabe responder à pergunta básica "quais são suas qualidades?”. Os defeitos talvez venham mais facilmente à mente… Ainda assim, como forma de se culpar e não de aprender e desenvolver o autoconhecimento que faz você assumir o que tem de melhor. E, me diz, como faz para trabalhar a marca pessoal se você não sabe no que é mais potente, o que faz de diferente, o que te define como pessoa e profissional? É por aí que tudo começa: liste as suas qualidades e oportunidades de melhora, buscando destacar o que mais representa sua conduta e seus diferenciais profissionais. Treine ter isso na ponta da língua. 
 

2 Recolha feedback de pessoas em quem confia 

Ok, você conclui sua autoavaliação. Agora é hora de recolher feedbacks e entender como as opiniões das pessoas que convivem com você (ou são suas seguidoras nas redes sociais) podem ajudar na sua jornada rumo a uma marca pessoal consistente e que alavanque a sua carreira. Isso só é possível praticando a (raríssima) escuta ativa — que é quando a gente não tenta adivinhar ou inferir o que estão nos dizendo, apenas escuta, absorvendo o ponto da outra pessoa de forma genuína. Faça o teste de ouvir assim e anote os insights.   
 

3 Defina 3 objetivos de carreira 

Mesmo sem ter certeza absoluta (se é que isso existe), convém definir um norte, uma direção para começar a trabalhar a si mesma como marca. O que pretende profissionalmente? Como se imagina daqui a um ano? E daqui a 3 anos? Essas perguntas parecem complexas até que você de fato se senta numa mesa e tenta escrever o que vier à cabeça, considerando ainda seus sentimentos. Sabe: o que sente que não pode deixar de fazer ou aquele projeto que vira-e-mexe pipoca na cabeça. Escreva, liste, crie sua bússola de sucesso profissional para nortear o branding. 
 

4 Faça um inventário de estilo pessoal 

Estilo tem tudo a ver com branding, preciso explicar por quê? A primeira impressão é causada em no máximo 7 segundos, tempo curto para transmitir a imagem capaz de impulsionar sua carreira. Não é futilidade, é estratégia! Mas é algo que transcende usar a bolsa do momento. Tem a ver com entender o que favorece sua figura, representa sua personalidade e te posiciona como uma pessoa que parece pertencer a tal segmento e se diferenciar por algum toque especial. Vale dedicar tempo a encontrar o tal “toque”, que eu chamo de “signature look”. É algo que você usa sempre, repete... até que se lembrem de você por aquilo. Uma cor de batom, um penteado, uma combinação de peças, um estilo de acessório. Dedique-se a criar essa "marca" dentro da sua marca. 
 

5 Mantenha-se perto de pessoas que te elevem 

Parte importante e muito negligenciada do personal branding é o networking. Erro! As pessoas com as quais se associa compõem a sua marca e influenciam na maneira como é vista. Vale para o dia a dia profissional, de diversão e também nas redes sociais. Com quem você é associada hoje? As pessoas com as quais convive são de confiança? Tratam os outros bem? E mais importante que isso tudo: te fazem bem? Cerque-se de mulheres que torçam por você e você por elas. Nada é mais poderoso que uma rede de apoio de marcas que se complementam. 
 
— — — 
 
Como sei que você que curte o PUSH se preocupa com isso, aproveito pra contar em primeira mão que estou lançando o projeto "Branding Day” - treinamento que ajuda na prática quem precisa reinventar a si mesma como marca e alavancar a carreira por meio do Instagram! O método mistura autodescoberta (minha praia!) com ferramentas de branding para Insta, expertise da minha partner, Nilma Quariguasi Estrela. Tá imperdível e logo você vai saber mais, acompanha nas nossas redes: @brufioreti e @nilmaquariguasi ????